Manifestantes tentam invadir subprefeitura e GCM repele a invasão

20/06/13 - Manifestantes que protestam na estrada do M´Boi Mirim, na zona sul de São Paulo, tentaram entrar na manhã desta quarta-feira (19) na sede da Subprefeitura de M´Boi Mirim e foram retirados do local após a GCM (Guarda Civil Metropolitana) jogar gás de pimenta contra o grupo. Dois grupos de manifestantes acabaram brigando durante o protesto porque parte queria entrar no prédio e outra era contra a invasão. Após a confusão, os cerca de 300 manifestantes se dirigiram até o terminal de ônibus




Guarapiranga. A estrada segue totalmente interditada nos dois sentidos. O protesto é organizado pelo MTST (Movimentos dos Trabalhadores Sem Teto), o mesmo que parou na manhã de hoje a rodovia Anchieta.

Além de exigir o cancelamento imediato do reajuste das tarifas dos ônibus, trem e metrô, os manifestantes também pedem mais saúde, educação e melhor qualidade no transporte público.

Luiz Claudio Barbosa/Futura Press/Folhapress 
Manifestantes se concentram em frente à subprefeitura do M'Boi Mirim
































A integrante do MTST, Kátia Oliveira, 32, levou a filha Isis, de 3 meses, no protesto. Ela conta que não imaginava que haveria confusão e que não levou nada para se proteger. Além da bebê, ela conta que estava apenas com fralda e uma manta para a menina. "Essa é a segunda manifestação que ela participa. A primeira, ela tinha só um mês", conta Kátia que amamentou a menina durante o protesto.

De acordo com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), os motoristas devem evitar a região pois o trânsito segue complicado. A companhia diz que também há manifestantes na avenida Francisco Morato, ocupando a via nos dois sentidos perto da avenida Doutor Guilherme Dumont Villares.

Editoria de Arte/Folhapress 
Subprefeitura de M´Boi Mirim



Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra