A prevalência da Democracia também depende de um jornalismo confiável

27/06/13 - Por Dennis Guerra: Hoje tive uma surpresa realmente desagradável. Quando me disseram que uma imagem minha havia sido publicada na Revista IstoÉ dessa semana, fiquei empolgado em adquirir o meu exemplar, pois não é todo o dia que algo assim acontece.

Antes, quero deixar claro que muitos fatos que merecem destaque nos últimos dias ainda não foram devidamente tratados aqui. Peço desculpas, mas eu ainda não havia encontrado o ponto-chave para escrever sobre tantos assuntos. Quando parecia que esse momento havia chegado, eis que compro a revista mencionada acima.



Nesse ínterim, citarei um diálogo entre um jornalista e este que vos escreve ocorrido durante a tentativa de invasão da Prefeitura de São Paulo, no último dia 18/06.

Hora errada para redundâncias

(...) Jornalista: Você está armado?

Resposta: Sim, como você pode ver - a arma (um revólver calibre 38) estava em minha cintura. A pergunta feita pelo jornalista já era, por si só, redundante.

E disse ainda: Todos os que estão aqui possuem preparo para portar as suas armas.

Jornalista: Você acha correto estar armado em uma manifestação como essa?

Resposta: Você acha correto me fazer perguntas nesse momento? Aliás, eu já disse que o comandante da operação ainda não está disponível para conceder entrevistas, e somente ele poderá fornecer todas as informações necessárias.

Jornalista: Espero que o senhor me entenda, pois sou jornalista e estou trabalhando.

Resposta: Eu também - Por sinal, trabalhei nos dois lados dessa conversa.


VEJA AINDA: 

A busca:

Retornando à publicação da Revista IstoÉ, confesso que adquirir um exemplar não foi tão fácil como imaginei. Saí de minha casa e andei por cerca de trezentos metros até uma banca de jornal... nada. Me dirigi à outra e nada. Resolvi embarcar em um ônibus e cheguei ao centro da cidade. Ufa! Finalmente consegui comprar o meu exemplar.


Ingrata surpresa


Ao folhear a revista procurando pela matéria, e consequentemente a foto citada por colegas, tenho uma decepção: a foto havia sido adulterada. Nela apareço empunhando um cassetete acima da cabeça. Não quero aqui entrar em detalhes quando à empunhadura do equipamento, quero esclarecer apenas que em momento algum essa foto condiz com a realidade. Durante todo o tempo de permanência em frente à prefeitura naquele dia permaneci com a câmera em minhas mãos, como pode ser verificado em várias filmagens de outras emissoras e fotos de outros jornalistas. Dessa maneira, entrarei em contato com a Revista IstoÉ para solicitar uma nota de esclarecimentos quanto à essa falsa publicação.

Imagem adulterada utilizada pela Revista IstoÉ




Veja bem: a questão aqui não é a utilização de minha imagem - como funcionário público, estou ciente que tenho imagem pública - e sim quanto à sua adulteração.


A prevalência da Democracia

Fatos assim, por menores que pareçam, colaboram para a desestabilização da Democracia. Por vezes, os mais diversos meios de comunicação citaram despreparo e atos violentos dos policiais envolvidos no controle dos distúrbios civis, fazendo comparações até mesmo ao período de ditadura ocorrido no Brasil entre os anos ‘60 e ‘80.

A prevalência da Democracia passa não só por políticas de segurança pública eficazes, como também por uma nação ciente dos seus Direitos e Deveres e  por um jornalismo pautado pela verdade, sem maquiagem ou buscas desenfreadas por matérias sensacionalistas, vide o caso citado no início deste artigo.

Quando quaisquer elementos como esses faltam na equação, quem perde é a Democracia.
Como já disse, entrarei em contato com os editores da revista IstoÉ. Conforme o posicionamento dos responsáveis, tomarei outras providências junto ao advogado que me representa. Também encaminhei o ocorrido ao Setor de Imprensa da SMSU.

Muito obrigado!

Dennis Guerra - Editor O Cão De Guarda Notícias

Mais de onze anos na Guarda Civil Metropolitana; 10 anos na função de Motociclista; Gestão Específica. Cursos SENASP: Violência, Criminalidade e Prevenção; Capacitação em Educação para o Trânsito; Aspectos Jurídicos da Abordagem Policial e Uso diferenciado da Força. Outros: Táticas Operacionais Defensivas - CFSU; Escolta e Batedor com Motocicletas - PRF; Pilotagem Segura com Motocicletas CET; Pilotagem Defensiva Honda Indaiatuba Curso de Educador - CFSU



Cursos Online - Cursos 24 Horas



E-mail encaminhado à Revista IstoÉ em 27/06/2013

"Boa tarde Sr. ****
Nessa tarde entrei em contato com o Sr. **** pelo fone ****-**** para tratar de uma publicação da Revista IstoÉ dessa semana (26/062013 - Ano 37 - N° 2275).
Envio aos senhores o problema encontrado na matéria Especial - A Voz Das Ruas onde, na página 64 foi utilizada uma imagem minha. Sou Guarda Civil Metropolitano (da foto) e a imagem em questão foi adulterada. Em momento algum empunhei o bastão (cassetete) durante a manifestação. Fato é que sou justamente o GCM que aparece fazendo filmagens durante o evento, comprovado por inúmeras filmagens de emissoras de TV. 
Desse modo, fica claro que a imagem foi adulterada. Peço que me retornem esse e-mail citando as possibilidades de contornarem esse 'equívoco' que acaba por desmerecer um meio de comunicação tão consolidado como a Revista IstoÉ. 
A minha imagem como servidor municipal é pública, mas a alteração dessa mesma imagem constitui objeto de apreciação pelo judiciário. 
Além disso, sou editor do Blog O Cão De Guarda Notícias.  Sendo assim, encaminharei diversos links com as matérias que tratam do assunto. Peço que visitem e verifiquem que a imagem não reflete a realidade dos fatos. 


Informo ainda que este e-mail está indo com cópia para o advogado que me representa, assim como para o Setor de Imprensa da Secretaria Municipal de Segurança Urbana da cidade de São Paulo.

Muito obrigado, fico no aguardo!

Dennis Guerra"
Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra