O que é RPG - Role-Playing Game?

Blog diversão

RPG (Role-Playing Game) é um jogo de representação de papéis, onde todos os participantes, exceto um – denominado Mestre – escolhem, formam e representam um personagem, dentro de um mundo imaginário (ou não), seguindo algumas regras. Esses jogadores não jogam uns “contra” os outros, e sim, uns “com” os outros. Nesse jogo o importante não é vencer, e nem sequer competir, mas sim, a diversão, ou seja, o aspecto lúdico do jogo.
  
Durante um jogo de RPG, chamada sessão, ou aventura, o Mestre tem a função de escolher o cenário, a época, a ambientação, de determinar os resultados das ações dos personagens dos jogadores e de descrever o ambiente e o que os personagens estão vendo, ouvindo, cheirando, etc. Fazendo uma comparação com uma peça de teatro, os jogadores estariam interpretando os papéis e o Mestre seria o diretor, o cenário, o som, a iluminação, os figurantes, a platéia e todo o resto. E o autor da peça? Essa peça não teria um autor, e sim, vários co-autores. Esses co-autores seriam os personagens-jogadores, que construiriam a história juntamente com o Mestre. (...)


O funcionamento do jogo de RPG, basicamente assim: há um grupo de jogadores, cada um interpretando um personagem e um Mestre, que, através de um sistema de regras pré-estabelecido, propõe uma aventura ou uma missão para o grupo de personagens, num mundo, ou ambiente descrito por ele. Durante essa aventura, o mestre vai descrevendo o ambiente e os jogadores vão descrevendo as ações dos seus personagens. De vez em quando, algum teste aleatório é realizado para determinar o resultado de alguma ação. Os obstáculos que os jogadores encontrarão pelo caminho, bem como os outros personagens (chamados NPC – Non-Person Character) que irão interagir com os dos jogadores são descritos e/ou representados pelo Mestre. A aventura acaba, geralmente, com o cumprimento da missão por parte do grupo. Pode acontecer do grupo fracassar na missão. Nesse caso, o Mestre deve indicar as ações que deveriam ter sido melhor pensadas ou as decisões que poderiam ter sido tomadas. 


   Há, basicamente, três formas de jogar RPG: o tradicional, também chamado de “RPG de mesa”, onde o mestre e os demais jogadores descrevem oralmente suas ações, ou melhor, as ações de seus personagens. A segunda forma é chamada de Live Action, onde os jogadores interpretam corporalmente os seus papéis, inclusive utilizando adereços e fantasias. A terceira forma é a chamada aventura-solo, onde o jogador joga sozinho, acompanhado de um livro especial, que conduz a aventura de acordo com as vontades do jogador.

Nas três formas, o RPG pode ser uma importante ferramenta educacional, pois desenvolve muito a expressão (corporal no Live Action ou oral no tradicional), a imaginação, a criatividade, a capacidade de resolver situações-problema, a capacidade de relacionar os conteúdos escolares com as ações do dia-a-dia, o relacionamento interpessoal e a cooperação, características que qualquer planejamento pretende desenvolver.

Fonte: Jogo de Aprender
http://www.jogodeaprender.com.br/rpg_oq.html

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra