11 março 2012

SP: Guarda Civil compra aparelhos de GPS ilegais por R$ 2,4 mi

A Guarda Civil Metropolitana de São Paulo investiu R$ 2,4 milhões em rastreadores GPS ilegais, que não podem ser comercializados no Brasil.

O material foi entregue com cinco meses de atraso pela empresa vencedora. Não se tratava do modelo oferecido inicialmente. E, agora que está nas mãos dos guardas, não funciona como deveria.
A informação é de reportagem de Reynaldo Turollo Jr., publicada na Folha deste sábado (a íntegra da matéria está disponível assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).
A Secretaria Municipal de Segurança Urbana, responsável pela compra, recebeu o produto sem ressalvas. Só depois de ser procurada pela Folha disse que os produtos ainda "não foram considerados aceitos" e que ainda não efetuou o pagamento.
O Tribunal de Contas do Município investiga o caso.
Outro Lado

A Secretaria Municipal de Segurança Urbana, responsável pela Guarda Civil Metropolitana, disse em nota que "os equipamentos entregues estão sob avaliação e não foram considerados aceitos".
De acordo com a pasta, o pagamento de R$ 2.398.000 ainda não foi realizado.
Leia a reportagem completa na Folha deste sábado, que já está nas bancas.



Fonte: Folha.com - Cotidiano
Compartilhe pelo seu Whatsapp e colabore conosco (Clique AQUI)
image

O Cão De Guarda Notícias

Autor e Editor

Dennis Guerra Contato Whatsapp 11 95580-1702

2 COMENTÁRIOS DOS VISITANTES::

  1. Não são só os GPS's. Tudo oque a prefeitura compra para a gcm é de baixissima qualidade.
    Voces sabiam que os GCM'S gastam dinheiro do bolso para se uniformizarem melhor?

    ResponderExcluir
  2. Meu caro anônimo, existe uma técnica na Teoria Geral da Administração chamada SWOT; nela
    você analisa Pontos Fortes (PFO) e Fracos(PFR)de uma organização, assim como Oportunidades(PO)e Ameaças(PA). Tratarei disto em uma postagem específica, porém adianto que os PFO e PFR tem características internas e PO e PA, características externas.
    No caso mencionado, o assunto deveria ser tratado internamente ou nos órgãos competentes, não em um blog.
    Muito obrigado!

    ResponderExcluir

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.

biz.